Busca

Notícias

Início » Notícias » Sectet divulga resultado final do edital para gestão do Programa BIOPARÁ
conteúdo principal

Sectet divulga resultado final do edital para gestão do Programa BIOPARÁ

10/11/2017

A Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional e Tecnológica (Sectet) divulgou, nesta sexta-feira (10), o resultado final do edital de chamamento público nº 004/2017, o qual objetiva selecionar uma Organização Social (OS) qualificada na área de desenvolvimento científico e tecnológico, interessada em executar a gestão do programa paraense de incentivo ao uso sustentável da biodiversidade amazônica, conhecido como BIOPARÁ.

Após o cumprimento do prazo recursal, a comissão de seleção do edital elegeu a Associação BioTec-Amazônia para gerir o BIOPARÁ. A Associação foi constituída em outubro de 2016 com o objetivo de promover o uso sustentável da biodiversidade amazônica, em especial do estado do Pará, para fins de desenvolvimento econômico e social, bem como difundir o conhecimento e prestar informações e serviços nas áreas de Biodiversidade, biotecnologia e bionegócios. 

As atividades da OS serão desenvolvidas em eixos que dizem respeito, por exemplo, à governança inovadora e articulação estratégica a partir da construção de alianças entre atores do ambiente de inovação do Estado. Além disso, a BioTec-Amazônia pretende contribuir com a criação e aperfeiçoamento de leis estaduais de inovação e de incentivos fiscais e promover uma  gestão estratégica da informação sobre Ciência e Tecnologia no Pará, com o objetivo de atrair novos negócios à região e favorecer parcerias entre a academia e o setor produtivo. 

O Programa - O BIOPARÁ traduz-se como a ferramenta norteadora à elaboração de políticas públicas que possibilitem a agregação de valor às cadeias produtivas da biodiversidade estadual e regional, por meio de pesquisa e desenvolvimento e de prospecção de negócios inovadores no setor. Considera-se “gestão do BIOPARÁ” um sistema inteligente de governança voltado ao estímulo e apoio ao planejamento e desenvolvimento de uma economia dinâmica fundada no uso sustentável da biodiversidade, com a devida e adequada base científica e tecnológica.

Texto: Igor de Souza